Sobre

Aqui gostamos de viagens onde não somente visitamos o lugar, mas onde conhecemos o lugar. Exploramos a cultura, tentamos compreender os costumes povo, vivenciamos, nem que seja um pouquinho, o modo de vida daquele país. Percorrer lugares pouco explorados, cidades diferentes dos típicos roteiros, andar de ônibus, comer onde o povo come, experimentar um pouquinho e tentar entender o que está ao seu redor. Uma viagem que será enriquecedora, que te fará voltar melhor do que você foi, com a mente e o coração mais aberto.

E é para isso que nasceu o Viva de Alma, para te ajudar a traçar novas rotas, para te trazer novas ideias, para te incentivar a descobrir seu próprio caminho. Viagens, dicas, experiências, roteiros, reflexões, um pouquinho sobre a vida… Não para que você fique aí sentado na cadeira lendo e depois se levante e continue sem fazer nada, mas para estimular mudanças. Mudanças que não dependem de uma passagem de avião para o outro lado do mundo, mas que devem começar dentro de você. Um pouquinho das minhas experiências como um incentivo para que você viva suas próprias experiências. Uma pequena ajuda para que você tire seus sonhos da cabeça e comece a realizar.

Não é simples realizar sonhos, fazer mudanças, sair da zona de conforto… Sei bem como é difícil, e como exige esforço diário, autocontrole e organização. Mas é uma escolha, e o tempo não para enquanto você decide se vai ou não correr atrás do que quer.

Quem escreve

Priscilla Neves

Sou um infinito de emoções, e ao mesmo tempo sou bem simples. Amo explorar, fazer coisas diferentes e ter novas experiências. Faz parte de mim querer viver novas aventuras e desafiar meus medos. Tenho uma paixonite por livros, principalmente os de escritores clássicos cuja história sobreviveu a gerações. Amo escrever, fotografar, desenhar e tudo que envolva artes e criação em seus vários aspectos.

Amo estar com minha família e amigos, e também preciso dos meus momentos de solidão. Na minha cabeça gira muitos sonhos, desejos e vontades. O difícil é organizar tudo isso e fazer tornar realidade, mas estou aprendendo com o tempo. E grande ajuda é o tempo, me ensina a cada dia a focar no que realmente importa, a ser mais eu independente do que os outros falam. Aos poucos estou aprendendo que no fim da vida não vai valer o quanto você ajuntou, mas o quanto você doou. O quanto soube desfrutar daquilo que foi dado a você. A vida é um presente de Deus e aprender a viver cada dia com gratidão é uma dádiva.

 

“Há um tempo em que é preciso
abandonar as roupas usadas
Que já tem a forma do nosso corpo
E esquecer os nossos caminhos que
nos levam sempre aos mesmos lugares
É o tempo da travessia
E se não ousarmos fazê-la
Teremos ficado para sempre
À margem de nós mesmos”

Fernando Pessoa