Nazca é uma pequena cidade que fica no centro sul do Peru, a menos de sete horas de Lima. A cidade fica em meio ao deserto e não chamaria muita atenção se não fosse um detalhe: é ali próximo que fica um dos maiores mistérios da humanidade: os gigantes desenhos cravados em meio ao deserto chamados de “Linhas de Nazca”.

Vistas da terra elas são imperceptíveis, nada além de um monte de areia, porém vistas de cima essas linhas formam figuras incríveis! Foram descobertas em 1927 pelo piloto Toribio Xespe enquanto ele sobrevoava a região. As linhas são desenhos rasos no chão feitos pela civilização de Nazca. Para fazer os desenhos foi tirado a primeira camada de pedras e terra vermelha, presente na região, descobrindo o chão esbranquiçado por baixo. Eles foram preservados até hoje por estarem em uma região desértica onde o solo é rochoso. São mais de 500 desenhos em meio ao deserto representando diversos animais, formas geométricas, plantas e seres humanos. E alguns deles tem mais de 270 metros de diâmetro!

Deserto ao redor de Nazca

Há muitas pesquisas e cogitações sobre a origem e o propósito das Linhas de Nazca. As hipóteses sobre as figuras vão desde alienígenas até manifestações religiosas e culturais, e alguns ainda acreditam que tenham a ver com a astrologia e as constelações. Mas apesar de tudo que tem sido estudado, e as hipóteses de sua origem, a verdadeira resposta continua sendo um mistério para nós.

Como conhecer as linhas de Nazca?

Há muitos ônibus que vão para a cidade de Nazca e alguns tours também. A cidade é pequena mas há alguns museus e centros arqueológicos que podem ser visitados. A infraestrutura é boa, com hotéis, restaurantes e mercados.

Para conhecer as linhas de Nazca a única forma é de avião, aqueles aviões pequenos mesmo, normalmente de cinco a seis pessoas. Os desenhos são imperceptíveis da terra, e ficam em meio ao deserto, então não há outra forma de conhece-los por inteiro a não ser voando. Próximo a cidade de Nazca há alguns observatórios onde dá para ver as linhas bem de pertinho, porém não há como ver o desenho inteiro devido ao seu tamanho.

O aeroporto de onde saem os voos

Há muitas empresas que fazem o sobrevoo das linhas de Nazca, quando eu fui usei a empresa Aero Paracas. Como fui por conta própria verifiquei os horários e reservei o passeio do Brasil mesmo, através do contato pelo site da empresa, para evitar ficar muito tempo em filas. Ao chegar no Peru fiz o deposito do valor do voo em um banco peruano indicado pela empresa. E em seguida enviei o comprovante de deposito por e-mail, e aí estava tudo acertado. Fui de ônibus para Nazca e ao chegar na rodoviária já havia uma vã da empresa me esperando para fazer o translado até o local de onde saem os aviões.

No “aeroporto” há vários guichês com as diversas empresas que oferecem o serviço. Para quem prefere não fechar o negócio antes é só ir até o aeroporto e escolher uma das empresas; é importante lembrar que pode haver alguma demora por conta das filas. Ou se preferir pode fechar o negócio em uma das agências que ficam na cidade de Nazca ou Lima, e assim verificar os melhores preços.

Como é o sobrevoo pelas linhas de Nazca?

O ideal é fazer o sobrevoo nos primeiros horários da manhã ou no fim de tarde, a partir das 4 horas. Assim evitamos o calor intenso do deserto e as rajadas de vento que são formadas nas horas mais quentes do dia.

O voo é tranquilo, porém o avião dá muitas voltas e faz algumas pequenas acrobacias para que todos os passageiros, dos dois lados do avião, possam ver as figuras. E claro, sendo um avião pequeno ele balança bastante! Para aqueles que tem o estômago um pouco mais fraco aqui vai uma dica: Não esqueça do remédio de vômito pois todas aquelas voltas que o avião faz dá muito enjoo. Durante o voo dá para observarmos bem as figuras, porém algumas delas não são tão visíveis pois se confundem ao deserto.

O astronauta e o macaco

Valores

Normalmente as empresas oferecem dois tipos de sobrevoos:

O Nazca tradicional dura aproximadamente 30 minutos e inclui o sobrevoo por 12 figuras, que são as mais conhecidas, como o astronauta, o colibri e o macaco. O valor é de aproximadamente U$D 85,00 dólares (R$ 293,50).

O Nazca total dura aproximadamente 1 hora e inclui o sobrevoo por 20 figuras. O valor é de aproximadamente U$D 170,00 dólares (R$ 587,00).

O valor do passeio varia um pouco dependendo da empresa ou do tour que você escolher. Fique atento a preços de sobrevoo muito baixos, pois podem ser em aviões velhos e sem manutenção. Aqui a segurança vale muito e não é bom economizar nisso.

Fora o valor pago a empresa para fazer o sobrevoo há uma taxa de U$S 25,00 (R$ 87,00) que deve ser paga para o aeroporto, como uma licença de voo.

O colibri

Explore mais!

Share:

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *